Obtenha o batimento cardíaco desejado

Os vasos que transportam o sangue que sai do coração são denominados artérias e os que retornam o sangue ao coração são as veias.

Os vasos sanguíneos são compostos de camadas musculares (músculo liso e elástico), tecido conjuntivo fibroso e de endotélio.

A circulação pulmonar inicia-se do lado direito do coração, vai para os pulmões e retorna ao coração (sangue oxigenado). A circulação sistémica vai do lado esquerdo do coração para os tecidos e regressa ao coração.

O coração está dividido em duas aurículas e dois ventrículos. É composto quase na sua totalidade pelo músculo cardíaco (miocárdio). A força de contracção do músculo cardíaco pode variar de acordo com a quantidade de cálcio que entra na célula.

Nas células contrateis existe um potencial de acção que abre os canais de cálcio, em que o mesmo entra na célula libertando cálcio do retículo sarcoplasmático através de um processo denominado libertação de cálcio induzido pelo cálcio.

A adrenalina e a neuroadrenalina (receptores adrenérgicos ß1) aumentam a frequência cardíaca enquanto a acetilcolina (receptores muscarínicos) a diminuem.

A regulação da homeostase cardiovascular é auxiliada pela manutenção adequada do fluxo de sangue para o encéfalo e coração, em que o fluxo de sangue total em qualquer nível de circulação é igual ao débito cardíaco.

A pressão arterial é o equilíbrio entre o débito cardíaco e a resistência das arteríolas ao fluxo de sangue, indicando a pressão de propulsão do fluxo sanguíneo. Se o volume sanguíneo aumenta a pressão arterial sobe e quando o volume diminui a pressão desce.

Em repouso a pressão sistólica média é de 120 mmHg e a diastólica de 80 mmHg. A pressão criada pelos ventrículos pode ser sentida como um pulso nas artérias (pressão de pulso = Psistólica-Pdiastólica). Usualmente, a pressão arterial, é medida na artéria braquial do braço utilizando-se um esfigmomanómetro (sons de Korotkoff).

O controlo reflexo da pressão arterial reside no bulbo (barorreceptores). No entanto, o sistema nervoso autónomo (simpático), hormonal (vasopressina), renal

(renina/angiotensina/aldosterona) e o volume de líquidos corporais têm, também, uma influência na alteração da pressão arterial.

O sistema linfático filtra cerca de 3 litros por dia de flfluidos para fora dos capilares, restituindo-o de novo para o sistema circulatório. Também transporta gordura absorvida no intestino delgado para o sistema circulatório e captura e destrói patógenos exógenos. Os capilares linfáticos acumulam flfluidos e o excesso de flfluído no espaço intersticial é designado de edema.

A probabilidade de se desenvolver uma doença cardiovascular durante a vida está relacionada a vários factores de risco, como o sexo, a idade, história familiar, diabetes, tabagismo, hiperlipidémia, obesidade, sedentarismo, hipertensão arterial, contribuindo directamente para a propagação da ateroesclerose, também conhecida como o endurecimento das artérias.

A doença arterial coronariana é a causa de morte de muitas pessoas.

Composição

Espinheiro-alvar (Crataegus oxyacantha) 2500 mg
Videira vermelha (Vitis vinifera) 2500 mg
Cacto-grandiforo (Cactus grandiforus) 1000 mg
Castanheiro-da-Índia (Aesculus hippocastanum) 1000 mg
Agripalma (Leonorus cardíaca) 800 mg
Hamamélia (Hamamelis virginiana) 700 mg
Gilbardeira (Ruscus aculeatus) 500 mg
Taurina 100 mg